Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Inserção Social
Início do conteúdo da página

Inserção Social

Última atualização em Sexta, 04 de Junho de 2021, 17h07 | Acessos: 767

 

Os projetos de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) do IFRS têm foco na aplicabilidade prática da pesquisa científica e dos produtos educacionais desenvolvidos, o que vem possibilitando a inserção social do Programa e seus resultados voltados à solução de problemas reais em espaços formais e não formais da EPT. Importante salientar que os discentes e egressos do ProfEPT IFRS são oriundos de várias localidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina o que possibilidade maior abrangência da inserção social do Programa.  Além disso, algumas ações de inserção social do ProfEPT IFRS, podem ser apresentadas: 

- Programa de Extensão: O ProfEPT IFRS desde 2020, desenvolve um Programa de Extensão que prevê um conjunto articulado de ações que emergem da interlocução com a sociedade e de suas relações com o ensino e a pesquisa no âmbito do Mestrado. Como Programa, tem previsão de continuidade de longa duração, dadas as diretrizes da Capes e as próprias características do curso. Assim, o foco concentra-se na demanda em formação em EPT voltada para educação formal e não formal. Caracteriza-se como um espaço no qual os conhecimentos construídos por meio de pesquisas que integram os saberes inerentes ao mundo do trabalho e o conhecimento sistematizado serão socializados com a comunidade. Apresenta interação dialógica com a socieade; interdisciplinaridade e interprofissionalidade; indissociabilidade ensino, pesquisa e extensão; impacto na formação do estudante; impacto na transformação social;
parcerias oriundas das relações profissionais dos alunos e outras a serem implementadas; relação com os arranjos produtivos culturais, sociais, locais e regionais e; responsabilidade social e ambiental. O objetivo é
desenvolver ações de extensão relacionadas ao Mestrado ProfEPT de forma a contribuir para a qualidade do ensino de EPT nas redes públicas e privadas e se desdobrará em três objetivos específicos: socializar os resultados das pesquisas; promover a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e; divulgar os Produtos Educacionais. A metodologia envolverá articulação da equipe com grupos de pesquisa, na proposição de atividades demandadas pela sociedade. De imediato serão oferecidos: palestras; workshop;
mostra de Produtos Educacionais; seminário ProfEPT e; cursos e oficinas diversas sobre EPT. O presente Programa tem contínua avaliação pelos participantes pelo público alvo, a fim de qualificar suas ações.

- Rede Gaúcha de Estudos e Pesquisas sobre Educação Profissional e Tecnológica: O ProfEPT IFRS participa do grupo que reúne pesquisadores do RS sobre o tema da Educação Profissional e Tecnológica, o qual é constituído por várias instituições de ensino do RS. https://redeeptrs.wixsite.com/eptrs

- Parceria com a Associação Gaúcha de professores Técnicos de Ensino Agrícola – AGPTEA): O projeto de pesquisa vinculado ao Observatório de Permanência e Êxito de Estudantes da Educação Profissional e Tecnológica (EPT), vem sendo desenvolvido por docentes pesquisadores do ProfEPT IFRS. no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) desde 2018. A proposta desse projeto tem como parceria demandante a Associação Gaúcha de professores Técnicos de Ensino Agrícola – AGPTEA) tem fomento da Fapergs e justifica-se uma vez que trata de um processo de identificação, avaliação e aplicação de medidas preventivas permanentes para suprimir a evasão escolar. Nesse sentido, a associação da EPT e a Educação Agrícola, em âmbito estadual, é uma oportunidade incontestável para expandir a visão sobre a proposta, que conta com a atuação no Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica em Rede Nacional (ProfEPT/IFRS), desdobrando-se em pesquisas e desenvolvimento de produtos educacionais que têm como meta a aplicação direta nos processos de ensino e de aprendizagem, em espaços formais e não formais. O objetivo do projeto é compreender, analisar e estabelecer estratégias de contenção da evasão escolar como política institucional necessária à melhoria da qualidade educativa, tendo em vista os diagnósticos resultantes como indicadores que configuram os quadros educacionais institucionais a fim de redimensionar seus espaços de aprendizagem. A aplicabilidade dos conhecimentos propostos se concretizará em um compêndio com a finalidade de orientação, em cursos de formação dos segmentos envolvidos no processo de permanência e êxito escolar e um documentário que traga a voz dos sujeitos que vivenciarão e avaliarão os produtos educacionais oriundos da investigação. Os resultados esperados  resultarão, além do compêndio voltado a estratégias ou situações práticas, de modo a se ter o recuo dos índices de evasão, em um documentário enquanto mais um instrumento de elucidação da complexidade, da necessidade e da urgência de se tratar o tema, tendo em vista se constituir em um “espaço” estruturado pela voz dos sujeitos. De igual modo, os cursos de formação previstos visam o engajamento com as identidades institucionais, interesses, coalizões e valores coletivamente construídos. Enfim, buscam-se nessas medidas, instrumentos capazes de definir estratégias e ações para a permanência e o êxito dos estudantes, com o envolvimento de todos os segmentos institucionais e compromisso das instâncias diretamente ligadas à área de ensino.

Fim do conteúdo da página